Dana White afirma que Khabib está próximo de ser considerado o melhor da história

Khabib Nurmagomedov é o atual campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate – Diego Ribas

A vitória de Khabib Nurmagomedov sobre Dustin Poirier, na luta principal do UFC 242, trouxe – além da manutenção de sua invencibilidade – a confirmação de que ele reina soberano na categoria peso-leve (70 kg) do Ultimate. Apesar de ter levado um susto com a tentativa de guilhotina aplicada pelo oponente no terceiro assalto, o campeão – que soube se defender da posição e finalizar o rival com um mata-leão – demonstrou sua superioridade durante grande parte do confronto.

Com o triunfo, Khabib se tornou o primeiro lutador desde Anderson Silva, considerado um dos melhores atletas de MMA da história, a vencer seus 12 primeiros confrontos pelo UFC. Tendo em vista os números, suas vitórias e o domínio demonstrado diante de seus rivais, as comparações com grandes lendas do esporte, como o brasileiro, começam a ser feitas. Ainda que reconheça que a trajetória desenvolvida pelo russo fatalmente o colocara entre os melhores lutadores da história, Dana White – presidente do UFC – declarou, em entrevista coletiva após o evento do último sábado (7), que Khabib ainda precisa aumentar seu cartel para atingir este patamar.

“Ele pareceu incrivelmente dominante, apesar de ter tido um drama quando ele foi pego na guilhotina. Muitas pessoas não sairiam daquela posição. Khabib é tão bom que conseguiu se livrar. Ele é bastante especial. Eu acho que ele está a algumas lutas do status potencial de GOAT (expressão americana para ‘melhor de todos os tempos’). Manter-se invicto por tanto tempo, tantas lutas, especialmente em uma divisão tão forte. Ele está apontando para uma carreira bem especial”, enalteceu Dana White.

Em sua entrevista coletiva após o UFC 242, Khabib não comentou sobre o seu lugar na história do MMA, mas fez questão de solicitar a primeira colocação no ranking ‘peso-por-peso’ da organização. De acordo com o russo, o fato de estar invicto após 28 combates, e o domínio demonstrado contra os rivais deveria credenciá-lo ao topo da lista.