Dana cogita St-Pierre como substituto de Ferguson para luta com Khabib

Georges St-Pierre é ex-campeão dos meio-médios e dos médios do UFC – Diego Ribas

Após manter o cinturão dos leves (70 kg) novamente no fia 7 de setembro, quando finalizou Dustin Poirier, Khabib Nurmagomedov deve ter Tony Ferguson como seu próximo adversário pelo posto mais alto da categoria, conforme planeja o presidente do UFC, Dana White. Porém, não está descartada a inclusão de Georges St-Pierre nestas negociações.

Recentemente, em entrevista à reportagem da Ag. Fight, St-Pierre, que pendurou as luvas em novembro de 2017, ao vencer Michael Bisping e conquistar o cinturão dos médios do Ultimate,  relatou as dificuldades de uma conversa com a organização sobre este combate com Khabib Nurmagomedov. De acordo com ele, a entidade possuía outros planos para o russo que impediram a realização da superluta.

“Isso também pode acontecer (uma luta entre Khabib e St-Pierre). Mas primeiro vamos ver o que acontece com Tony. Ele teve oportunidades antes e não aproveitou. Se ele não conseguir de novo, então vamos começar a falar sobre St-Pierre”, disse Dana, em coletiva de imprensa do UFC 244, na última quinta-feira (18).

Tony Ferguson já era para ter enfrentado Khabib Nurmagomedov em outras ocasiões, mas sempre tinha algum problema e deixava o combate, obrigando a franquia a buscar um outro adversário para o russo. Portanto, dessa vez Dana White quer assegurar que este duelo finalmente vai sair do papel.

“A luta que precisa acontecer é com o Tony Ferguson. Tentamos fazer isso umas quatro vezes, então espero que a gente consiga realizar desta vez. Mas é o combate que faz sentido neste momento”, completou.

Khabib Nurmagomedov está invicto na carreira após 28 lutas e vem de duas defesas de cinturão dos leves, com triunfos sobre Conor McGregor e Dustin Poirier. Já Tony Ferguson não perde desde 2012 e acumula 12 vitórias seguidos. Por outro lado, Georges St-Pierre foi dominante por anos nos meio-médios (77 kg) do UFC e, na última luta de sua carreira, conquistou o cinturão dos médios (84kg), em 2017.