Covington provoca “previsível” Askren e o compara a CM Punk; entenda

Colby Covington já é famoso por seus atos e declarações polêmicas – Diego Ribas

Colby Covington tem um compromisso marcado com o UFC para 3 de agosto, mas não poderia deixar de interromper sua preparação para provocar um de seus desafetos, Ben Askren. ‘Funky’ sofreu o nocaute mais rápido da história do UFC no último sábado (6), quando perdeu em 5 segundos para Jorge Masvidal. Por isso, ‘Chaos’ não perdeu a oportunidade de provocá-lo, comparando-o, inclusive, a CM Punk — ex-atleta da liga de lutas simuladas WWE que teve uma passagem frustrante pelo Ultimate.

Ao site ‘MMA Fighting’, o ex-campeão interino declarou que havia previsto a maneira com que Askren acabaria nocauteado. De acordo com Colby, ‘Funky’ repete sempre a mesma estratégia em suas lutas, o que o tornou fácil de mapear.

“Eu disse em muitas entrevistas antes da luta que ele iria acertar uma joelhada em Askren. Askren é muito previsível. Ele simplesmente entra e abaixa a cabeça. Ele sequer lança socos para facilitar as quedas. Ele simplesmente solta direto a queda. Se você vir a luta de Robbie Lawler, foi exatamente isso que ele fez. Ele simplesmente sai e abaixa a cabeça. Eu previ isso. Eu falei”, gabou-se.

“Ben é superestimado. Todo mundo sabia que ele só sabe wrestling. Agora, ele tem 0-2. São duas derrotas por nocaute. Ele precisa voltar para a Ásia com todos os outros produtos inferiores”, afirmou ‘Chaos’, em uma referência estigmatizada sobre a indústria daquele continente. Colby menciona duas derrotas em uma provocação ao fato de que, antes de vencer Lawler, Askren chegou a apagar com golpes de ‘Ruthless’.

Covington reiterou sua tese de que Ben estava sendo supervalorizado por seu cartel invicto e pelos títulos no ONE e no Bellator. Segundo o ex-campeão interino dos meio-médios, a sequência de vitórias de Askren era um tanto ‘fabricada’ pelo nível baixo dos adversários.

“Você pode comprar cliques, comprar seguidores, mas não pode comprar suas vitórias no octógono. Ele fez todos os nerds e virgens pensarem que ele era uma superestrela, isso e aquilo, mas na verdade ele era superestimado. Ele tem um cartel fabricado. Nunca enfrentou ninguém. Ele vinha de uma derrota por nocaute para Robbie Lawler. Ele finalmente foi exposto na frente do mundo inteiro”, afirmou. “Sejamos honestos: ele está 0-2. CM Punk passou mais tempo no octógono e tem duas derrotas por nocaute a menos do que Askren”, provocou.

Covington enfrenta Robbie Lawler no combate principal do UFC Nova Jersey, em 3 de agosto. O evento tem como luta coprincipal o duelo entre dois veteranos dos pesos-leves (70 kg): Jim Miller e Clay Guida. Dois brasileiros estarão no show: ‘Netto BJJ’ mede forças contra Nasrat Haqparast nos leves e Cláudio ‘Hannibal’ encara Ramazan Emeev pelos meio-médios.