Cormier prevê Miocic mais agressivo e diz que revanche foi questão de “palavra”

Daniel Cormier vai dar a revanche para Stipe Miocic em agosto – Gaspar Bruno

Daniel Cormier enfrentaria Brock Lesnar no UFC 241, dia 17 de agosto, não fosse a desistência do gigante da WWE. Seu adversário agora será Stipe Miocic, aquele de quem tomou o cinturão dos pesados em 2018. E, embora a expectativa para o confronto contra o pro-wrestler tenha sido muito grande, ‘DC’ afirmou que seu sentimento atualmente não é mais de frustração. Em entrevista durante o fim de semana do UFC 237, no Rio de Janeiro (RJ), o campeão da categoria afirmou que refletiu sobre a mudança de oponente para que não restasse nenhum tipo de decepção. E destacou que topar o seu próximo duelo foi questão de palavra.

Questionado pela Ag. Fight sobre o que pode ser diferente no segundo combate contra Miocic, Cormier declarou que espera o ex-campeão mais ofensivo. Ele também lembrou de como se sentia quando treinava para disputar a revanche diante de Jon Jones – a qual acabou perdendo no octógono, assim como da primeira vez – e comparou a sua situação na época à de Stipe.

“Acho que eu tenho que lidar com ele de maneira similar, mas eu espero um Stipe melhor. Sei quão difícil vai ser vencê-lo de novo, porque eu sei quão duro eu me preparei para a revanche contra (Jon) Jones. Eu estava no lugar dele. Já estive na posição dele antes e sei quão motivado eu estava para corrigir aquele erro. Eu espero uma luta mais dura, mas ele é um boxer e um wrestler. É exatamente isso que ele faz e espero dele ser melhor nestas áreas. Mas ele será o mesmo lutador, talvez somente um pouco mais agressivo”, falou, antes de explicar a razão de aceitar o confronto contra o ex-detentor do cinturão.

“Quando uma luta termina da maneira que terminou da primeira vez, há espaço para que as pessoas digam: ‘Ele teve sorte, aconteceu isso e aquilo’. Não é por mim: estou fazendo isso mais porque ele merece uma revanche. (…) Eu dei a ele a minha palavra: se Brock não lutasse, eu o enfrentaria. Então, é o que estou fazendo”, acrescentou.

‘DC’ disse também que trabalhou a própria mente para que não restasse frustrações em relação ao fato de que a aguardada luta contra Brock não vai mais acontecer. Segundo Daniel, se isso não acontecesse, ele certamente seria derrotado.

“Meu foco agora é em Stipe Miocic. Quando eles me disseram que não aconteceria com Lesnar, eu tive de me certificar de que as coisas com Lesnar tinham acabado em minha mente, para que eu pudesse me preparar para o cara que estaria do outro lado do octógono, porque se eu fico ‘Oh, estou tão triste, não consegui lutar com Brock Lesnar’, Stipe iria me surrar. E eu não quero que ele faça isso”, encerrou.