Askren exalta joelhada que o nocauteou e diz compreender golpes “extras”

Askren é conhecido pela fama de falastrão – Diego Ribas

Ben Askren passou os últimos três meses provocando Jorge Masvidal em relação ao duelo que teriam no UFC 239. Pois o dia 6 de julho chegou e ‘Funky’ colheu o que plantou da maneira mais brutal: sendo nocauteado em 5 segundos, um recorde para o UFC. E, na primeira entrevista depois do confronto, ele elogiou o rival pelo feito.

Além de ter sido acertado em cheio pela joelhada relâmpago, Askren ainda levou golpes quando já estava apagado por ‘Gamebred’. A atitude de Masvidal chegou a ser criticada nas redes sociais, o que foi ironizado pelo atleta. E mesmo Ben não criticou o adversário.

“Não gosto de Jorge, mas foi uma ótima joelhada voadora. Ele a acertou de maneira rápida e explosiva. Ele conseguiu um bom tempo de voo e, obviamente, conectou o golpe no lugar certo. Estou vendo as pessoas dizendo que Jorge teve sorte. Aquilo não é sorte, cara. Vai acontecer 100 de 100 vezes? Definitivamente não. Mas acertar uma joelhada como aquela requer muita habilidosa. Eu não poderia ter feito nada”, falou, em entrevista ao programa ‘Ariel Helwani’s MMA Show’.

“Eu o antagonizei, foi de propósito. Eu estava primeiro tentando fazê-lo aceitar a luta. Depois, deixá-lo irritado. Sobre aqueles socos extras, está tudo bem. É o que provavelmente deveria ser esperado em um cenário como aquele”, completou.

A derrota de Askren foi a primeira de sua carreira. Profissional desde 2009, o wrestler americano tinha 20 lutas de invencibilidade até cair diante de Masvidal.