Após brigas na rua, BJ Penn é demitido do UFC; entenda

Em sua última luta pelo UFC, BJ Penn foi derrotado por Clay Guida – Leandro Bernardes

Dana White prometeu e cumpriu. O presidente do UFC confirmou ao site ‘Yahoo! Sports’ que BJ Penn foi oficialmente dispensado de seu contrato com a organização. Nos últimos tempos, o havaiano, ex-campeão peso-leve (70 kg) e meio-médio (77 kg) do evento, tem sido notícia mais por suas polêmicas fora do octógono do que pela parte esportiva.

A última vitória de Penn no UFC aconteceu em novembro de 2010, contra Matt Hughes. Desde então, o havaiano acumulou um empate contra Jon Fitch, e sete derrotas consecutivas. Apesar disso, Dana White parecia disposto a conceder ao ex-campeão uma última luta pela organização, justamente para encerrar sua carreira. O dirigente chegou a anunciar, ainda que não formalmente, um confronto contra Nik Lentz para o fim deste ano.

Porém, as recentes polêmicas nas quais BJ tem se envolvido, em conjunto com o fraco desempenho dentro do octógono, fizeram o cartola desistir da ideia e demitir o havaiano. Recentemente, o site ‘TMZ Sports’ divulgou dois vídeos de uma briga de rua com a participação de BJ. Nas imagens é possível ver o lutador, inclusive, sendo nocauteado por um homem em frente a um bar no Havaí. Além dos confrontos contra cidadãos comuns fora do cenário esportivo, Penn sofre com graves acusações feitas por sua ex-companheira à Justiça Americana.

Conhecido como ‘The Podigy’, BJ Penn foi o segundo atleta não brasileiro a conquistar a medalha de ouro em um campeonato mundial de jiu-jitsu na faixa-preta. No MMA profissional, o havaiano acumula 16 vitórias e 14 derrotas, além de dois empates, em seu cartel. O lutador ainda não se pronunciou oficialmente sobre uma possível aposentadoria após sua demissão pelo UFC.