Anderson Silva elege rival ideal para enfrentar no UFC Curitiba

Anderson Silva pediu para lutar no dia 11 de maio, no Rio de Janeiro – Jon Roberts/ Ag Fight

Anderson Silva nem bem acabou de enfrentar Israel Adesanya no último sábado (9), quando acabou superado por pontos no main event do UFC 234, mas já pensa em seu próximo compromisso. E sem rodeios, o ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) escolheu data, local e rival para o duelo.

Durante entrevista coletiva realizada após o final do UFC 234, o Spider afirmou que gostaria de voltar a medir forças com Nick Diaz, americano com quem travou embate em 2015. Na ocasião, o brasileiro venceu, mas acabou flagrado em um exame antidoping o que mudou o resultado oficial para um ‘no contest’ (sem vencedor).

“Nossa última luta foi um ‘no contest’. Falei com o empresário dele (Nick) meses atrás sobre essa luta e ele disse: ‘Ok, vamos falar com o Dana’. Vamos ver, vou esperar o Dana”, analisou o lutador.

E caso o duelo de fato saia do papel, nada melhor do que ele ser realizado em Curitiba, cidade onde Anderson cresceu e se tornou lutador, e que deve receber o card do UFC 237 no dia 11 de maio, em um estádio de futebol para mais de 40 mil torcedores. Esse mesmo molde foi realizado em 2016, em edição que contaria com Anderson que, lesionado, foi retirado às vésperas do card.

“Quando tentei lutar em Curitiba, tive problemas e precisei de cirurgia e saí do card. Agora tenho a chance de lutar na minha cidade, onde tudo começou. Conversei com Ed (Soares, empresário) e meu time. Acho que faz sentidoeu e o Nick Diaz lutarmos em Curitiba”, narrou.