Adesanya planeja defender título do peso-médio “muitas vezes” antes de enfrentar Jon Jones

Israel Adesanya sonha em enfrentar Jon Jones nos meio-pesados – Tyler Misiak

A troca de farpas entre Israel Adesanya e Jon Jones parece não ter fim. Após unificar os cinturões do peso-médio (84 kg), o nigeriano voltou sua metralhadora de provocações para o campeão dos pesos-meio-pesados (93 kg). O ‘The Last Style Bender’ colocou com sua meta de um duelo diante de ‘Bones’ no futuro, mas sem deixar de focar na sua divisão de origem.

Em entrevista ao programa ‘Ariel Helwani’s MMA Show’, o campeão do peso-médio garantiu que não tem pressa para este confronto diante do americano e afirmou que pretende enfrentar alguns adversários na categoria, para depois poder subir de divisão. Segundo o nigeriano, Jones está com inveja do seu sucesso na organização e aproveitando dos seus holofotes.

“Não vou ser um desses caras que não defende o cinturão. Vou defender meu título muitas vezes. Não vou ser como ele (Jones) e lutar duas vezes por ano. Todos estão tentando me copiar, então apenas me deixe defender meu cinturão, que eu vou subir (de categoria) e vou ferrá-lo”, afirmou.

Adesanya já adiantou que tem como objetivo enfrentar Jon Jones em 2021. No entanto, o campeão dos meio-pesados ironizou este fato, afirmando que nesta data já deve ter subido de categoria. Ciente disso, o nigeriano relembrou recentes declarações do americano, quando dizia que não iria se aventurar na divisão de cima.

“Ele está se contradizendo. ‘Oh, acho que estou bem aqui, não vou subir para o peso-pesado. Por que tenho que passar para o peso-pesado? Eu não quero lutar contra DC no peso-pesado. Agora a DC está se aposentando, tudo bem, eu posso passar para o peso pesado'”, disse.

Sem adversários na sua categoria, Jones pode ver em Adesanya um desafio à altura de suas qualidades. O nigeriano, por sua vez, ainda possui alguns rivais na sua divisão de origem. Seu provável próximo adversário é o brasileiro Paulo ‘Borrachinha’, que ainda está invicto na carreira após 13 lutas.